9197 C00547 0203
0076 AM2013 97

Carnaval

O Carnaval

O Carnaval de Salvador é a maior festa de participação popular do planeta. Criado e mantido pelo povo, trata-se de uma manifestação espontânea e livre, onde o carnal, o lúdico e o físico se misturam com a emoção e a ginga dos baianos que conseguem renovar a folia a cada ano.

O som eletrizante do trio é a deixa para que nos três circuitos (Osmar (Avenida), Dodô (Barra-Ondina) e Batatinha (Centro Histórico)) haja uma verdadeira explosão de alegria. Os blocos afro, com seus tambores e o som orientalizado dos afoxés são um contraponto para essa festa plural - porque rica de ritmos, estilos e manifestações artísticas - e singular porque única.

O Carnaval de Salvador atrai multidões. São mais de dois milhões de foliões - baianos e turistas - nas ruas e cerca de 234 entidades em 11 categorias (20 afoxés, 68 afros, 20 alternativos, 22 de samba, 45 blocos de trio, 03 especiais, 03 de índios, 07 infantis, 26 de percussão, 07 de sopro e percussão e13 de travestidos ) cadastradas na Saltur - Empresa Salvador Turismo, responsável pela organizaççao e coordenação da festa.

A Cidade do Carnaval ocupa uma área de 25 quilômetros, abrigando camarotes, arquibancadas, postos de saúde, postos policiais, além de toda uma infra-estrutura especial montada pelos diversos órgãos municipais, estaduais e federais. Nos seis dias, como nos remete a própria marca da festa, “O coração do mundo bate aqui”, Salvador recebe gente de todo o estado da Bahia, de todo o país e dos quatro cantos do mundo que se unem numa mesma emoção.

Tema dos últimos carnavais

Em 2009, a folia baiana presta uma homenagem aos afoxés, comemorando em especial os 60 anos dos Filhos de Gandhy e começou oficialmente , no subúrbio de Periperi, onde o prefeito João Henrique entregou a chave da cidade ao Rei Momo, o cantor e compositor Gerînimo, que foi eleito por voto direto na internet.

Em 2010,  foi celebrado os 60 anos da criação do trio elétrico. O veículo, tradicional da folia baiana, surgiu em 1950 com a dupla Adolfo Antônio Nascimento, o Dodô, e Osmar Álvares de Macedo, o Osmar. A construção do primeiro trio elétrico na Bahia foi inspirada no desfile da "Vassourinha", grupo de frevo pernambucano.

Em 2011 O carnaval de Salvador teve a percussão como tema . A festa de abertura foi feita no Largo do Pelourinho e contou com integrantes do Olodum e do grupo feminino de percussionistas da Banda Didá. A folia momesca também prestou homenagens a ícones da cultura baiana como os músicos Válter Aragão França, o Mestre Prego, e Antonio Luís de Souza, o Neguinho do Samba, reconhecidos pelo trabalho com instrumentos percussivos. Ambos faleceram em 2010 e 2009, respectivamente.

Em 2012: O carnaval fez uma homenagem aos 100 anos do escritor Jorge Amado.

Em 2013, a folia baiana faz uma homenagem à guitarra baiana e acontece entre os dias 7 e 12 de fevereiro. Na quinta-feira (7), o prefeito ACM Neto entrega, em horário e local ainda a ser definido, as chaves da cidade ao Rei Momo 2013, acompanhado da rainha e princesas.

Em 2014, A folia veio com o tema 'O Carnaval de Salvador é diferente', para mostrar as grandes mudanças feitas na maior festa de rua do planeta.


Saiba mais:

Programação Barra/Ondina (Dodô)

|

Programação Campo Grande (Osmar)

|

História do Abadá

|

A Estrutura

|

Circuito Campo Grande (Osmar)

|

Circuito Barra / Ondina (Dodô)

|

Datas dos Próximos Carnavais

|

Central de Atendimento

Chat
AMB Turismo e Viagens
  • Salvador - BA (71) 3506-2355
  • Belo Horizonte - MG (31) 4063-7170
  • São Paulo - SP (11) 3522-7166
  • Rio de Janeiro - RJ (21) 4062-7413
  • Brasília - DF (61) 4063-8148
De segunda à sexta de 09h às 22h e sábado de 10 às 14h (Horário de Brasília).
Para esclarecer dúvidas clique aqui ou utilize o formulário.